NOTÍCIAS

21/11/2017

LÂMPADA OU LUMINÁRIA? CONHEÇA ESSE CLÁSSICO DE INGO MAURER

 

Uma lâmpada dentro de outra lâmpada? Na verdade, a criação mais famosa de Ingo Maurer é uma luminária em formato de lâmpada, a Bulb. Ingo é um dos mais criativos designers de iluminação de todo o mundo, premiado dezenas de vezes pelos mais diversos projetos. Sua origem é simples, nasceu e cresceu em uma ilha no sul da Alemanha, filho de um pescador.

Em sua mente, a lâmpada, invenção de Thomas Edison, é a mais importante dos últimos tempos. E nada mais justo do que uma peça de design para honrar um dos maiores gênios do século XIX. Durante uma noite de calor, em 1965, Ingo Maurer já estava deitado em sua cama quando teve o insight. Uma única lâmpada nua estava pendurada no teto, o designer se encantou. Foi daí que veio a inspiração para uma luminária simples, singela, nada além de uma lâmpada.

A ideia surgiu em 1965, mas foi só em 1966 que Maurer passou a se dedicar ao design. A Bulb foi a primeira de suas criações, uma prova da visão desse artista hoje tão consagrado.Depois de Bulb, Bulb Clear e Giant Bulb (todas criadas em 1966), surgiram. No Fuss veio em 1969, e Bulb Bulb em 1981, todas testemunhas da tendência na arte moderna de estetizar objetos do dia a dia.

A Bulb é feita de vidro cristal soprado e um soquete cromado que contém uma lâmpada convencional. Uma peça simples. Muitas vezes, a beleza mora na simplicidade. Essa luminária icônica mais parte do acervo permanente do MoMA, em Nova York.

Ele projetou uma luminária onde a lâmpada é contida por um formato de lâmpada, deixando a peça ser aquilo o que ela exatamente é: uma lâmpada.

Matéria publicada por Casa Claudia em 18 de novembro de 2017

LÂMPADA OU LUMINÁRIA? CONHEÇA ESSE CLÁSSICO DE INGO MAURER LÂMPADA OU LUMINÁRIA? CONHEÇA ESSE CLÁSSICO DE INGO MAURER

+voltar